5 Minutos de Vinho
5 Minutos de Vinho
EP 18 - VINHOS VEGAN
/

E eu que pensava que todos os vinhos eram Vegan! Mas não são, há algo de origem animal no vinho e aqui explico o quê

VINHO QUE ACOMPANHA O EPISÓDIO: Vadio tinto, Bairrada

Antes de mais… o que é ser vegan? É não consumir nada de origem animal e isso aplica-se não só a produtos alimentares como também a roupa, mobiliário, cosméticos, etc

Então e porque é que os vinhos não são todos vegan?

Também descobri isso há relativamente pouco tempo e fiquei muito surpreendida. Achei que estava na altura de vir partilhar isso aqui convosco.

Começando pelo princípio… o vinho é o resultado da fermentação do sumo de uva ou mosto

Depois da fermentação terminar, o vinho está carregado de partículas em suspensão, uma sequência natural da fermentação.

Para “limpar” o vinho, de forma que este fique translucido e não turvo, o enólogo utiliza produtos enológicos, muitos deles feitos à base de proteínas animais. É o caso da albumina, muito presente na clara do ovo, a caseína – proteína do leite – ou até gelatinas de peixe.

A esta família de produtos enológicos chama-se “colas”.

Até há bem pouco tempo, a grande parte das proteínas desenvolvidas para enologia eram de origem animal e as proteínas de origem vegetal existentes não eram de boa qualidade.

Felizmente a tecnologia melhorou e actualmente já se conseguem proteínas em ervilhas, com boa qualidade e que já são uma alternativa para se produzir vinho vegan.

As razões para se produzir vinho Vegan não se limitam a filosofias de vida, já que há muita gente alérgica às proteínas animais usadas para clarificar o vinho e que agora têm alternativas que não lhes fazem mal à saúde!

Felizmente há cada vez mais marcas no mercado com o certificado Vegan. Este certificado é atribuído pela Associação Vegetariana Portuguesa e os vinhos com esta certificação têm também o seu símbolo no rótulo da garrafa. Só têm que procurar!

Mas por falar em certificação… um vinho vegan não tem de ter certificação biológica, são na verdade, certificações independentes e uma não obrigada a outra, portanto não assimam que ao consumir um vinho vegan estão a comprar um produto de agricultura biológica.

Se já provaram um vinho Vegan, perceberam que não há qualquer diferença em termos de sabor comparando com os vinhos não vegan. Eu já provei bastantes e garanto que não há nada a temer, bebam à confiança!

Um brinde a todos e até ao próximo episódio!