Chegou o O%riginal, a nova marca de vinho sem álcool da José Maria da Fonseca

 

Bom, primeiro gostava de esclarecer: eu gosto muito de vinho com álcool (não muito álcool, uns 13,5% parece-me bem). Acho que é um dos elementos que dá força ao vinho, lhe dá personalidade e carácter.

Mas todos temos uma amiga grávida ou um amigo que simplesmente não gosta de bebidas alcoólicas. A todos nós calha ir jantar fora e levar o carro e portanto, nada de álcool, certo? A pensar nisso, a José Maria da Fonseca criou o  vinho O%riginal.

Com quase dois séculos de história, a José Maria da Fonseca sabe bem o que faz e continua a inovar! Já não é a primeira vez que se aventura neste tipo de vinhos, já que em 2009 lançou o Lancers Free.

O%riginal é a nova marca de vinho sem álcool deste produtor e está disponível em branco, rosé e tinto

Vinho tinto sem álcool josé maria da fonseca

O O%riginal Tinto é produzido a partir da casta Syrah e mantém os aromas e paladar próprios desta casta: suave, com aromas a ameixa, cereja preta e mirtilos.

Produzido a partir da casta Moscatel, o O%riginal Branco apresenta os aromas cítricos e florais tão típicos desta casta.

Já o O%riginal Rosé, produzido também a partir da casta Syrah, é de tonalidade viva e aroma exuberante a framboesas e morangos.

Vinho branco sem álcool josé maria da fonseca

Mas afinal como é que se faz um vinho sem álcool?

As uvas são vindimadas e vinificadas de forma tradicional. Depois da fermentação, o vinho passa por um processo de desalcoolização, através de um método físico chamado “spinning cone”. Ou seja, neste processo o álcool é removido através de destilação a baixa temperatura, permitindo ao vinho manter os aromas e sabores naturais das castas que o compõem. Assim nasceram os vinhos O%riginal

Estes vinhos têm menos de 0,5% de álcool e sugiro que os bebam bem frescos, a cerca de 5ºC, incluindo o tinto! Preço de venda recomendado para os três vinhos é de 4,99€

 

Um prato especial para um vinho original…

E como harmonizar um vinho sem álcool, que é naturalmente um pouco mais doce que um vinho tradicional? A José Maria da Fonseca sugere acompanhar estes vinhos com pratos leves como peixes grelhados, saladas frescas ou mesmo pizza!

Eu cá pensei numa receita especial. Não criada por mim que não sou muito dada a essas artes… Convidei a Teresa, autora do blog The Endo Vegan

A Teresa é especialista em alimentação vegan, sem glúten e sem soja. As suas receitas são dedicadas a combater os seus sintomas de Endometriose e a ajudar a reduzir a inflamação crónica

Lancei-lhe o desafio de criar uma receita para o O%riginal Rosé e ela aceitou!

A Teresa pensou na frescura do Rosé, nos frutos vermelhos, e sugeriu uma Abóbora Assada com Curcuma

the endo vegan abóbora vinho sem álcool

Abóbora Assada com Curcuma por The Endo Vegan

Ingredientes (Serve 2 pessoas):

  • 1 abóbora manteiga grande;
  • 260g de grão de bico pré-cozido;
  • 50g de quinoa pré-cozida;
  • 1 frasco de molho de côco e curcuma da Mr Organic (Caso não tenha acesso a esta marca, 200ml de polpa de tomate misturado com 1/2 colher de chá de curcuma, 1 colher de sopa de acúcar de côco e 1 colher de oleo de côco podem substituir);
  • Um punhado de cerefólio fresco (coentro também pode funcionar bem se não conseguir encontrar cerefólio);
  • Punhado de espinafres frescos;
  • 2 colheres de chá de açúcar de coco não refinado;
  • Pitada de sal;
  • Pitada de pimenta do preta;
  • 1 colher de chá de gengibre em pó;
  • 1 colher de sopa de azeite extra-virgem.

Modo de preparação:

Comece por lavar a abóbora.

Agora corte-a ao meio e remova todas as sementes internas com a ajuda de uma colher. Com uma faca grande e resistente, corte a abóbora ao meio.

Coloque-a num tabuleiro para ir ao forno e pincele-a com azeite, uma pitada de sal e 2 colheres de sopa de açúcar de coco. Asse por cerca de 45 minutos ou até ficar macia, ao ponto de conseguir picar bem com um palito.

Alguns minutos antes de a abóbora estar pronta, comece a preparar o seu recheio.

Numa panela grande, misture o côco e a curcuma, o molho, o grão de bico, a quinoa, uma pitada de sal, uma pitada de pimenta preta, gengibre em pó e azeite de extra virgem. Cozinhe em lume médio-baixo durante cerca de 3-4 minutos, até que todos os sabores e ingredientes se misturem perfeitamente.

Retire a abóbora do forno e transfira para uma travessa. Adicione o recheio e as folhas de espinafre.

Finalmente, tempere com cerefólio fresco e um pouco mais de azeite.

Nota: poderá remover a casca da abóbora ou poderá deixá-la assim, já que esta é perfeitamente comestível.

 

 

Subscreva para receber cada novo artigo no seu email




0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *